• Publicações
  • Publicación
  • |
  • Livros


Inclusão democrática e direito à educação: desafios para a docência na América Latina

Este livro tem a intenção de contribuir no redirecionamento do debate sobre a qualidade educativa que estabelece a eficiência como o objetivo a ser perseguido pelas escolas, compromentendo a educação de importantes segmentos que não conseguem responder às exigências estabelecidas pelos padrões impostos. A busca de apresentar uma alternativa a esse debate é que nos levou a definir como discussão central neste livro, o direito à educação e a inclusão democrática. A expectativa é que este livro possa contribuir para redirecionar esse debate lançando luzes sobre as contradições que se estabelecem no coração no sistema escolar. Esperamos que os textos que compõem este livro possam contribuir significativamente para o debate acadêmico e político sobre o direito à educação nos países latino-americanos no Século XXI, procurando relacionar concepções de justiça e projetos de experiências políticas que se objetivam no campo educacional. Para tanto, nos propusemos a reunir contribuições de autores notáveis por sua relevância acadêmica e compromisso político, que pesquisam em distintas realidades nacionais e institucionais. Este livro também é resultado de um esforço acadêmico que tem sido levado a termo nos últimos 15 anos entorno da Rede Latino-Americana de Estudos sobre Trabalho Docente (Rede Estrado) e, mais recentemente, da cooperação acadêmica entre pesquisadores de destacadas instituições da América Latina e Europa, consolidada em  uma rede internacional de pesquisa intitulada Education policies and the restructuring of the educational profession INR/WERA (International Research Network of World Education Research Association). Muitos desses pesquisadores são autores deste livro, que reúne contribuições de um seleto grupo de acadêmicos como principal questão de pesquisa a justiça social nas políticas educacionais na atualidade.

Inclusão democrática e direito à educação: desafios para a docência na América Latina

Este livro tem a intenção de contribuir no redirecionamento do debate sobre a qualidade educativa que estabelece a eficiência como o objetivo a ser perseguido pelas escolas, compromentendo a educação de importantes segmentos que não conseguem responder às exigências estabelecidas pelos padrões impostos. A busca de apresentar uma alternativa a esse debate é que nos levou a definir como discussão central neste livro, o direito à educação e a inclusão democrática. A expectativa é que este livro possa contribuir para redirecionar esse debate lançando luzes sobre as contradições que se estabelecem no coração no sistema escolar. Esperamos que os textos que compõem este livro possam contribuir significativamente para o debate acadêmico e político sobre o direito à educação nos países latino-americanos no Século XXI, procurando relacionar concepções de justiça e projetos de experiências políticas que se objetivam no campo educacional. Para tanto, nos propusemos a reunir contribuições de autores notáveis por sua relevância acadêmica e compromisso político, que pesquisam em distintas realidades nacionais e institucionais. Este livro também é resultado de um esforço acadêmico que tem sido levado a termo nos últimos 15 anos entorno da Rede Latino-Americana de Estudos sobre Trabalho Docente (Rede Estrado) e, mais recentemente, da cooperação acadêmica entre pesquisadores de destacadas instituições da América Latina e Europa, consolidada em  uma rede internacional de pesquisa intitulada Education policies and the restructuring of the educational profession INR/WERA (International Research Network of World Education Research Association). Muitos desses pesquisadores são autores deste livro, que reúne contribuições de um seleto grupo de acadêmicos como principal questão de pesquisa a justiça social nas políticas educacionais na atualidade.

Educação, trabalho docente e justiça social: desafios para uma inclusão democrática

Este livro é resultado de um esforço coletivo no âmbito da Rede Latino-Americana de Estudos sobre Trabalho Docente (Rede Estrado) para contribuir no enfrentamento aos desafios atuais de luta pela ampliação de direitos sociais e democratização da educação no contexto latino-americano. Apesar dos avanços conquistados nos últimos anos em alguns países da região, ainda há muito a ser garantido para o conjunto da população possa ter acesso a meios que lhe proporcionem uma vida digna e livre de privações materiais. Este livro reúne 15 textos que são resultados de pesquisas e sistematização de experiências relevantes sobre a docência em contexto de educação inclusiva e democrática. É o resultado de uma parceria entre a Rede Estrado e a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação do Brasil (MEC) com a finalidade de reforçar a divulgação de pesquisas em áreas pouco consolidadas no campo acadêmico, sobretudo, naqueles que contribuem para a redução da desigualdade e o reconhecimento da diversidade no contexto escolar.

Educação, trabalho docente e justiça social: desafios para uma inclusão democrática

Este livro é resultado de um esforço coletivo no âmbito da Rede Latino-Americana de Estudos sobre Trabalho Docente (Rede Estrado) para contribuir no enfrentamento aos desafios atuais de luta pela ampliação de direitos sociais e democratização da educação no contexto latino-americano. Apesar dos avanços conquistados nos últimos anos em alguns países da região, ainda há muito a ser garantido para o conjunto da população possa ter acesso a meios que lhe proporcionem uma vida digna e livre de privações materiais. Este livro reúne 15 textos que são resultados de pesquisas e sistematização de experiências relevantes sobre a docência em contexto de educação inclusiva e democrática. É o resultado de uma parceria entre a Rede Estrado e a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação do Brasil (MEC) com a finalidade de reforçar a divulgação de pesquisas em áreas pouco consolidadas no campo acadêmico, sobretudo, naqueles que contribuem para a redução da desigualdade e o reconhecimento da diversidade no contexto escolar.